Imprimir

Empresários de Vila Velha recebem orientações sobre o Fundo de Proteção ao Emprego

Encontro reuniu empresários de diversos setores, como comércio, eventos e turismo.
Encontro on-line aconetceu na tarde desta segunda-feira (05).

Com o objetivo de orientar sobre o acesso à linha de crédito, recém-lançada, com R$ 250 milhões do Fundo de Proteção ao Emprego, operada pelo Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes), empresários de diversos segmentos de Vila Velha participaram de encontro on-line, na tarde desta segunda-feira (05). A reunião, organizada pela Prefeitura do município, contou com empresários de diversos setores, como comércio, eventos, turismo, entre outros.

O Fundo faz parte do pacote de medidas socioeconômicas do Governo do Espírito Santo como forma de mitigar os impactos sobre as empresas que foram prejudicadas pela pandemia do novo Coronavírus (Covid-19). A linha de crédito do Fundo de Proteção ao Emprego será destinada ao apoio aos empresários de todo o Estado neste momento de retração econômica, com condições adequadas para manutenção das atividades produtivas.

O diferencial da linha de crédito é a taxa de juros, praticamente inexistente, uma vez que os financiamentos apenas sofrerão correção pela taxa Selic, e os prazos alongados. Em sua fala aos empresários, o diretor-presidente do Bandes, Munir Abud de Oliveira, enfatizou as formas de acesso ao financiamento, que começa a operar em abril. “Toda a equipe do Bandes está empenhada em dar acesso aos recursos do crédito emergencial ao empresariado capixaba como forma de contribuir para dar esse fôlego às empresas durante o período. A linha de crédito emergencial oferece capital de giro e recursos financeiros essenciais para a manutenção das atividades dessas empresas”, explicou.

O secretário de Estado da Ciência, Tecnologia, Inovação e Educação Profissional e Desenvolvimento Econômico, Tyago Hoffmann, frisou que é uma determinação do Governo do Estado para que sejam realizadas reuniões com os segmentos econômicos. As agendas têm sido produtivas para o poder público, pois têm permitido a avaliação das ações para que elas sejam cada vez mais assertivas. “O governador do Estado, Renato Casagrande, tem feito constantemente um apelo à sociedade para que evite aglomeração e mantenha o distanciamento social. Na área econômica, a dedicação tem sido a mesma, pois sabemos o quanto a indústria, o comércio em geral e os pequenos negócios têm sofrido com as restrições que o período atual exige. Temos buscado alternativas que possam amenizar os impactos da pandemia do novo Coronavírus (Covid-19) na economia capixaba”, destacou.

Hoffmann afirmou que as medidas econômicas anunciadas recentemente vão dar suporte às empresas que passam por diferentes situações e que necessitam de crédito para superar este período. “O Fundo de Proteção ao Emprego, capital de giro, estimado em R$ 250 milhões, oferecerá, a partir deste mês, crédito de maneira desburocratizada. Garantir a manutenção dos postos de trabalho no Estado é uma das prioridades para a retomada econômica”, pontuou o secretário.

O prefeito de Vila Velha Arnaldinho Borgo também destacou que a reunião servirá para multiplicar, entre o empresariado, as condições da linha de financiamento. Acompanhado do secretario de Desenvolvimento do município, Everaldo Colodetti, o prefeito reforçou a importância do encontro. "Reunimos entidades do comércio, serviços, indústria, turismo, construção civil, entre outras, para que eles possam entender o funcionamento do crédito emergencial e atuar como multiplicadores para os empresários, neste momento em que é tão importante termos mecanismos de ajuda mais próximos de quem está precisando", destacou.

“Mais do que apresentar soluções prontas, queremos construir caminhos para ultrapassarmos este momento juntos”, complementou, em seguida, a secretária de Estado de Turismo, Lenise Loureiro.

Atendimento on-line

Os recursos atendem a negócios em setores impactados de imediato com o isolamento e menor circulação de pessoas. O empresário tem à disposição atendimento personalizado da equipe do banco, podendo tirar dúvidas sobre a contratação dos recursos pela central de atendimento do Bandes pelo site da instituição. Para acessar o crédito, o interessado deve entrar no site do banco e preencher um formulário que será remetido à instituição para cadastro e análise a partir do início das operações da linha. A medida possibilita maior agilidade e flexibilidade para o atendimento

A linha de financiamento do Fundo de Proteção ao Emprego poderá financiar capital de giro em condições bastante atrativas, com prazo de até 72 meses para pagar, incluídos 12 meses de carência. A linha é considerada sem juros, uma vez que o recurso financiado só tem correção pela taxa Selic.

Plano Espírito Santo — Convivência Consciente

O Fundo de Proteção ao Emprego é uma das iniciativas de enfrentamento que faz parte do Plano Espírito Santo – Convivência Consciente, um conjunto de ações envolvendo órgãos do poder público e do setor produtivo para promover o desenvolvimento econômico, priorizando as pessoas, para reduzir os impactos sofridos pela população capixaba em decorrência da pandemia da Covid-19. São previstos mais de R$ 32 bilhões em investimentos dos Governos Federal, do Estado e do setor privado até o final de 2022. A estimativa é de que sejam criadas mais de 100 mil vagas de emprego.

O Plano apresenta sete eixos de atuação: Desburocratização; Medidas Tributárias; Crédito e Financiamento; Monitoramento dos Impactos na Economia; Aceleração dos Investimentos Públicos e Privados; Inovação e Tecnologia e Geração de Emprego e Renda.

O Conselho Gestor do Plano Espírito Santo — Convivência Consciente é formado pelas Secretarias de Economia e Planejamento (SEP); Mobilidade e Infraestrutura (Semobi); Fazenda (Sefaz); Governo (SEG), Ciência, Tecnologia, Inovação, Educação Profissional e Desenvolvimento Econômico (Sectides), que vão acompanhar de perto a implementação das medidas previstas no Plano.

Informações sobre linhas de financiamento:
www.bandes.com.br
faleconosco@bandes.com.br

Informações à imprensa:
Assessoria de Comunicação da Sectides
Ana Luiza Freitas / Carolina Moreira / Gabriela Galvão / Larissa Linhalis
(27) 3636-9707 / 6753 / 1822 / 99949-8105 / 99942-9537 / 98102-0236
comunicacao@sectides.es.gov.br/gabriela.galvao@sectides.es.gov.br/ gomes.carolina@sectides.es.gov.br/larissa.linhalis@sectides.es.gov.br

Gerência de Comunicação Institucional do Bandes
Bárbara Deps Bonato / Wilson Igreja Campos
(27) 99774-4428
comunica@bandes.com.br




Fonte: https://www.bandes.com.br/Site/Noticias/Print?id=1255