Cerca de mil produtores são beneficiados por pagamentos de serviços ambientais

São 17 mil hectares divididos em: áreas recuperadas com plantio, áreas de regeneração natural, áreas de floresta manejada, áreas de sistema agroflorestal e áreas de silvipastoril.
08/01/2019 08:00
Compartilhe Imprimir print

searchO número de projetos inscritos e atendidos pelo Bandes tem aumentado consideravelmente nos últimos anos

O Banco de Desenvolvimento do Estado do Espírito Santo (Bandes) bate a meta de mil produtores rurais contemplados com pagamentos por serviços ambientais. Em 2018, entre a fase em contratação e liberados, foram 1.036 beneficiados.

Com R$ 15 milhões liberados no último ano, o financiamento tem como principal objetivo manter, recuperar e ampliar a cobertura florestal, com geração de oportunidades e renda para o produtor rural, por meio da adoção de práticas de uso amigável do solo. Assim, em 2018, abarcou em torno de 17 mil hectares divididos em: áreas recuperadas com plantio, áreas de regeneração natural, áreas de floresta manejada, áreas de sistema agroflorestal e áreas de silvipastoril.

Os proprietários de áreas rurais, em especial os pequenos produtores, são o público-alvo dos pagamentos. Para isso, é necessário que eles disponham ou queiram dispor de parte de sua terra para fins de preservação ambiental ou para práticas rurais sustentáveis.

“O número de projetos inscritos aumentou consideravelmente nos últimos anos, mais que triplicou, e o banco dará vazão a esses pedidos. Isso se traduz em um benefício múltiplo para o produtor, para sociedade e para a natureza”, destaca o presidente do Bandes, Aroldo Natal.

Informações sobre consultores e linhas de financiamento:
Bandes Atende: 0800 283 4202
Av. Princesa Isabel, 54, Centro, Vitória
App disponível para Android e IOS
www.facebook.com/bandesonline
www.bandes.com.br

Informações à imprensa:
Assessoria de Comunicação Social do Bandes
Leonardo Iannone
Tel.: (27) 3331-4322/ (27) 99910-4444
Bárbara Deps Bonato
Tel.: (27) 3331-4352
comunica@bandes.com.br
Texto de Beatriz Moreira