Preview Cookie

 



Empresários do setor de Educação buscam apoio no Fundo de Proteção ao Emprego

Linha de crédito emergencial do Governo do Estado, por meio do Bandes, atende a empresas impactadas pela pandemia.
10/09/2021 16:00
Compartilhe Imprimir print

searchCarolina Pádua, empresária fundadora da Cabana Brincademia
searchA empresa atua com o segmento de Educação

A pandemia do novo Coronavírus (Covid-19) provocou a aceleração da modernização de empresas e as mudanças devem seguir pelos próximos anos. O setor de Educação, sem dúvidas, foi um dos que mais investiram em adaptações de seus processos. Uma das alternativas para empresários do setor é o acesso aos recursos da linha de crédito emergencial do Fundo de Proteção ao Emprego, operado pelo Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes).

O processo de reflexão, adaptação e flexibilização que surgiu no setor educacional trouxe uma visão mais aberta para novas modalidades de ensino. Foram necessárias mudanças de protocolos, adoção de novas tecnologias e preparação de equipes em busca de alternativas para a manutenção das atividades e da oferta de serviços em formatos híbridos, unindo o presencial aos meios virtuais.

O diretor-presidente do Bandes, Munir Abud de Oliveira, destaca que o acesso ao crédito produtivo da linha faz parte das medidas adotadas pelo Governo do Estado para dar condições aos empresários de mitigarem os impactos econômicos das medidas de distanciamento social.

“É papel do banco de desenvolvimento criar alternativas para o fomento das atividades produtivas. A oferta de crédito emergencial é uma dessas funções que o Bandes desempenha neste cenário de retração econômica. Estamos de portas abertas para o atendimento das demandas do setor empresarial e de toda a sociedade para construir mecanismos eficientes para mitigar as crises econômica e sanitária que vivemos”, destaca Abud de Oliveira.

Os recursos do Fundo de Proteção ao Emprego podem financiar capital de giro para as empresas, como compra de estoque e investimento em adequações do modelo de negócio, por exemplo. A linha emergencial tem condições atrativas, com prazo de até 72 meses, incluídos 12 meses de carência. A linha é considerada sem juros, uma vez que apenas sofre correção pela taxa Selic. O financiamento contempla projetos de investimento de R$ 31,5 mil até R$ 1 milhão.

Cabana Brincademia: empresa aposta no desenvolvimento para todas as idades

searchEmpresa atua no segmento da primeira infância em Vila Velha

A empresária Carolina Pádua, proprietária da Cabana Brincademia, buscou o Fundo de Proteção ao Emprego. Ela destaca que o acesso ao recurso de capital de giro permitiu que a empresa passasse por este momento.

“O valor servirá para manter a empresa girando nos primeiros meses de sua existência, já que, devido à Covid-19, estamos atendendo com capacidade reduzida de alunos. Esse recurso está sendo extremamente importante, pois a empresa oferta serviços inovadores e ainda desconhecidos por grande parcela de seu público-alvo. Enquanto não conseguimos maior visibilidade e procura, e enquanto não atingimos nosso superávit, é o Bandes quem nos permite continuar funcionando e buscando atingir cada vez mais famílias com nossa proposta de desenvolvimento infantil e parental”, comentou Carolina Pádua.

A Cabana Brincademia, em Vila Velha, tem uma proposta inovadora e que envolve a criança desde a gestação, com atividades de preparo para o parto com as futuras mamães, aulas de musicalização e dança que envolvem mães e filhos para a construção de laços afetivos nos primeiros meses, aliando o desenvolvimento psicomotor dos pequenos. Outros serviços ofertados pela Cabana também têm estes princípios, o que requer uma equipe multidisciplinar, capacitada e qualificada para o atendimento e acompanhamento de crianças da educação infantil.

A empresária enfatiza que, por ser uma empresa nova, o apoio do Bandes contribui para o desenvolvimento da empresa. “Somos uma empresa que nasceu para auxiliar famílias a potencializar o desenvolvimento de suas crianças, além de amparar mães e preparar todos os personagens desse enredo familiar para desempenhar seu papel da melhor maneira. Acreditamos na educação com apego, com vínculo, e nos estímulos de qualidade como fatores fundamentais para criação da autoconfiança e da autonomia, tão importantes para um crescimento saudável. Temos certeza de que nosso trabalho irá provocar verdadeira revolução na maneira de estimular as crianças aqui matriculadas. Da mesma forma, aqueles que quiserem encontrarão aqui muito conhecimento importante para educar de forma mais eficaz a prazerosa”, enfatiza Carolina Pádua.

Informações sobre linhas de financiamento:
www.bandes.com.br
faleconosco@bandes.com.br

Informações à Imprensa:
Gerência de Comunicação Institucional do Bandes
Bárbara Deps Bonato / Wilson Igreja Campos
(27) 99774-4428 / (27) 3331-4424
comunica@bandes.com.br