Preview Cookie

 



E você, está pronto para um financiamento coletivo?

Artigo produzido por Wagner Rubim Rangel, gerente de Participações e Investimentos do Bandes
12/03/2021 12:00
Compartilhe Imprimir print

searchWagner Rubim Rangel

Crowdfunding, junção de duas palavras inglesas: “crowd” que significa multidão/aglomeração de pessoas e “funding”, que significa financiamento. Esse é um método para coletar diversas e pequenas contribuições financeiras, por meio de uma plataforma online, para financiar e/ou capitalizar um empreendimento.

Regulamentado pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) em 2017, o equity crowdfunding é uma modalidade de financiamento coletivo em que os usuários da plataforma investem nas empresas em busca de rentabilidade. O contribuidor aporta recursos financeiros e em contrapartida passa a ter participação no negócio. É uma forma regular de se adquirir ações ou cotas de uma startup fora da bolsa de valores.

O equity crowdfunding vem impactando o ecossistema de startups de forma vital para seu desenvolvimento, pois democratiza o acesso e a oportunidade de investimento em empresas de base tecnológica para o público em geral, o que era acessível somente a uma pequena rede de investidores anjos. Não há razão para que a sociedade em geral não tenha a oportunidade de apoiar empreendedores e colher os frutos do seu sucesso. Para as startups, o crowdfunding permite o acesso a grupos maiores de investidores. O capital-semente é desafiador para as startups e o financiamento coletivo por meio das plataformas de crowdfunding traz mais transparência, flexibilidade e oportunidades em ambas as extremidades do espectro de capital de risco.

A qualidade das startups do Estado vem melhorando, e muito, nos últimos anos. Mas os investidores precisam conhecer os riscos e as estratégias de investimento, e as plataformas de crowdfunding servem como mentores para empreendedores e também para educar investidores. Segundo os dados divulgados pelo Laboratório de Inovação Financeira, os números relacionados à evolução do mercado brasileiro nos últimos anos são impressionantes: os valores captados nas ofertas entre 2016 e 2018 registraram alta de mais de 451%, passando de R$ 8 mi para R$ 46 milhões. Embora o crowdfunding, nacionalmente, esteja experimentando um crescimento exponencial e diversos cases de sucesso, o ecossistema capixaba ainda não sofreu o impacto positivo dessas plataformas.

Em parceria com a Agência de Fomento Badesul Desenvolvimento, a Associação Brasileira de Desenvolvimento (ABDE), o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e a CVM, o Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes) vem estudando a melhor forma de atuar e apoiar a estruturação do crowdfunding em terras capixabas.

*Formado em Ciências Contábeis, com especialização em Finanças, e gerente de Participações e Investimentos do Bandes.

Informações sobre linhas de financiamento:
www.bandes.com.br
faleconosco@bandes.com.br
Bandes Atende: 0800 283 4202
Av. Princesa Isabel, 54, Centro, Vitória
App disponível para Android e iOS

Informações à imprensa:
Gerência de Comunicação Institucional do Bandes
Bárbara Deps Bonato / Wilson Igreja Campos
(27) 99774-4428
comunica@bandes.com.br