Preview Cookie

 



Programa de Fomento da Pecuária Leiteira é lançado em Cachoeiro de Itapemirim

Solenidade contou com a presença do Governador do Estado
20/06/2014 00:00
Compartilhe Imprimir print

Dando continuidade aos programas de fomento para incentivar as cadeias produtivas ligadas à agroindústria capixaba, o Governo do Espírito Santo, por meio do Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes), lançou o Programa de Fomento à Pecuária Leiteira do Espírito Santo. O lançamento aconteceu nessa sexta-feira, dia 20, às 8h, na sede da Selita, em Cachoeiro de Itapemirim.

A iniciativa faz parte do Programa Estadual de Desenvolvimento Sustentável (PROEDES) e conta com a colaboração dos seguintes órgãos e instituições estaduais: SEAG, INCAPER, ACPGL-ES, EMBRAPA e OCB-ES.

O programa visa potencializar a produção de leite, por meio de ações articuladas que envolvem desde a assistência técnica continuada até a concessão de crédito. A meta é de beneficiar 2.500 produtores de leite no Estado, aproximando a agroindústria e o produtor rural de modo a intensificar o processo de difusão de novas técnicas, procurando o aumento da produtividade da propriedade leiteira e à melhor qualidade do leite.

Para o diretor de Crédito e Fomento do Bandes, Carlos Magno de Barros, a ideia é aumentar a competitividade dos negócios capixabas. “A atuação do Bandes, orientada pela política estadual de desenvolvimento expressa no PROEDES, tem como linha mestra de suas ações a cooperação com as empresas capixabas para promover a competitividade da economia capixaba, em especial, da agroindústria”, explica do diretor.

O Bandes alocará no programa R$ 220 milhões para financiar o produtor de leite no período de 2014 a 2018. Com isso, os produtores poderão investir em aquisição de máquinas e equipamentos; formação e melhoria de pastagens e capineiras; reprodutores, inseminação artificial e transferência de embriões; aquisição de softwares necessários à gestão de negócios; adequação da propriedade do ponto de vista ambiental; assistência técnica e consultoria gerencial, entre outros itens.

Vantagens para o pecuarista integrado:
- Estimulo a evolução técnica e gerencial do produtor rural.
- Elevação da taxa de retorno.
- Estimulo a recria de bezerras para produtores especializados.
- Acesso a conhecimentos tecnológicos necessários para a construção das instalações e para a operacionalização da atividade.
- Assistência técnica e veterinária durante toda a vigência do programa.
- Treinamento de funcionários vinculados ao produtor integrado.
- Facilidade ao adquirir insumos básicos, em especial os que se refletem ao melhoramento genético, como sêmen, reprodutores, matrizes e outros.

Para a agroindústria:
- Maior homogeneidade e qualidade do leite e dos produtos derivados.
- Aumento da capacidade de competição do complexo leiteiro.
- Maior regularidade na oferta de matéria prima para a agroindústria.

Condições Operacionais
Serão disponibilizadas linhas de financiamento para os pecuaristas, visando atender suas necessidades atuais e expectativas de investimento, nos seguintes moldes:
Prazo: até 10 anos.
Carência: até 36 meses.
Taxa de juros: a partir de 2% ao ano, até o limite de 6% ao ano.
Valor financiado: até R$ 1 milhão, por beneficiário, a cada ano safra.

Informações à imprensa
Assessoria de Comunicação do Bandes
Wilson Peçanha Igreja Campos
Tel.: 3331-4352/ 99945-5907
wilsonigreja@bandes.com.br
Leonardo Fernandes Iannone
Tel.: 3331-4322/ 99910-4444
leonardo.iannone@bandes.com.br
Texto: Raphaela Diniz
www.facebook.com/bandesonline