Preview Cookie

 



Fundos

Fundo de Apoio Rural (FAR)



Crédito para produtores rurais afetados por desastres naturais e intempéries climáticas



Produtores rurais podem aderir ao Fundo de Apoio Rural (FAR), com acesso facilitado a linhas especiais de capital de giro, eliminando a burocracia, com carência de até três anos e amortização em até cinco anos, ou seja: são oito anos de prazo total para a quitação do crédito.

Os financiamentos são exclusivamente para quem tenha propriedade rural em município comprovadamente atingido por desastres naturais e intempéries climáticas, declarado por ato de autoridade competente no âmbito municipal ou estadual; e cuja propriedade rural tenha sido diretamente atingida pela situação, mediante comprovação por meio de laudo técnico emitido por profissional habilitado integrante da Administração Pública.

search




Documentação para pessoa física:


• Cópia de documento de Identificação e do CPF;

• Comprovante de Rendimentos (contracheque ou recibo de pagamento por serviços prestados ou declaração do empregador;Declaração de aptidão PRONAF; recibo de comissões, aluguéis - junto com documento que comprove propriedade do imóvel -, pró-labores – junto com comprovante de recolhimento dos impostos -, Carteira de Trabalho e Previdência Social com anotações atualizadas; Declaração e comprovante de entrega do Imposto de Renda Pessoa Física do último ano; Nota Fiscal de produtor rural; Extrato do INSS);

• Comprovante de Residência (contas telefone, energia e água; correspondências de instituições federais, estaduais e municipais; faturas de cartões de crédito; boletos bancários e outras correspondências bancárias, desde que contenham o endereço completo e tenham sido entregues pelo correio; etc.);

• Certidão referente ao estado civil;

• Declaração de Pessoa Exposta Politicamente – PEP;

• Termo de LGPD;

• Certidão relativa aos Tributos Federais e Dívida Ativa da União;

• Certidão de Débitos para com a Fazenda Pública Estadual (SEFAZ);

• Ficha Cadastral de Pessoa Física.

• Comprovação de município atingido por desastres naturais e intempéries climáticas (declaração por ato de autoridade competente no âmbito municipal ou estadual, que comprove a situação do Município de localização da propriedade beneficiada);

• Laudo técnico (documento emitido por profissional habilitado integrante da Administração Pública);

Atenção: O Laudo deverá ser emitido por Engenheiro, Agrônomo, Técnico Agrícola ou outro profissional com atribuição para tanto no conselho profissional respectivo, contendo as seguintes informações mínimas:
I. identificação do proprietário do imóvel;
II. identificação da propriedade rural: área, localização com croqui e coordenadas geodésica, Certificado de Cadastro de Imóvel Rural - CCIR e/ou documento oficial de registro do imóvel;
III. objetivo do laudo técnico;
IV. descrição de vistoria;
V. caracterização das benfeitorias produtivas e não produtivas;
VI. descrição dos danos causados às benfeitorias com comprovação por imagem;
VII. data e/ou período de sinistro;
VIII. estimativa de custo dos prejuízos causados com memorial de cálculo;
IX. identificação do funcionário público responsável pelo laudo, habilitado com registro em Conselho de Classe, matrícula, cargo e identificação junto ao órgão ou ente; e
X. data da elaboração do laudo com assinatura.

• Licença ambiental ou dispensa emitida pelo órgão competente (IEMA, IDAF, IBAMA ou Secretaria municipal de Meio Ambiente), relativa à atividade financiada.


*Outros documentos podem ser solicitados pelo Bandes durante o Processo.

Para manifestar seu interesse no crédito, preencha o formulário abaixo, confirmando o seu interesse em acessar os recursos do Fundo de Apoio Rural (FAR).




______________________________________________________________________________________